Faseolamina

Descrição

A Faseolamina é uma substância extraída da Phaseolus vulgaris, o feijão branco. É uma glicoproteína que possui como principal propriedade a capacidade de inibir a ação da enzima alfa-amilase, ou seja, inibe a absorção de carboidrato. Além disso, a Faseolamina reduz os níveis glicêmicos.

A Faseolamina reage com a amilase e bloqueia sua ação sobre as moléculas de amido. Isto impede sua transformação de carboidrato em glicose, impossibilitando a absorção deste componente altamente calórico.

Desta forma, Faseolamina ajuda no emagrecimento ao diminuir a absorção de carboidratos.

A alfa-amilase é sintetizada e liberada pelo pâncreas sempre que há ingestão de amido. Os carboidratos contribuem com aproximadamente um terço do total de calorias ingeridas na dieta diária e, quando o assunto é obesidade, é praticamente impossível se conseguir a redução efetiva de peso sem controlar rigorosamente a ingestão desse elemento altamente calórico. Bloquear a absorção parcial de amido é fundamental no tratamento e na prevenção do excesso de peso, cujo sucesso está intimamente ligado aos regimes hipocalóricos.

Venda mediante prescrição do profissional habilitado

“Não se trata de propaganda e sim descrição do produto, consulte sempre um especialista”

1.Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado.
2. Imagens meramente ilustrativas.
3. É necessário uma dieta e exercícios físicos para auxiliar a redução de peso.
4. Pessoas com hipersensibilidade à substância não devem ingerir o produto.
5. Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda- se descontinuar o uso e consultar o médico.
6. Não use o medicamento com o prazo de validade vencido.
7. Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.
8. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.
9. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.
10. Este medicamento não deve ser utilizado durante o período de amamentação.
11. Este medicamento não pode ser partido ou mastigado.
12. Este medicamento nao pode ser utilizado por indivíduos hipoglicêmicos.
13. Dependendo da sensibilidade do organismo, doses exageradas da Faseolamina podem provocar gases, dores abdominais e até diarréia.
14. “SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO”

Composição

Faseolamina 500mg
Excipiente qsp 1 cápsula

Indicação

Reduz a absorção de carboidratos;
Auxiliar no controle dos níveis glicêmicos;
Auxiliar nas dietas de emagrecimento.

Posologia

Tomar 1 cápsula 2 vezes ao dia 30 minutos antes da ingestão de carboidratos, ou conforme orientação médica.

Referências Bibliográficas

• Marshall JJ, Lauda CM. Purification and properties of phaseolamin, an inhibitor of alpha-amylase, from the kidney bean, Phaeolus vulgaris. J Biol Chem. 1975;250:8030-8037.
• Marshall JJ. Alpha-amylase inhibitors from plants. Am Chem Soc Symp Ser. 1975;15:244-266.
• Federal Trade Commission, Food and Drug Administration, National Association of Attorneys General. The facts about weight loss products and programs. Critical Rev in Food Sci Nutr. 2001;41:87-89.
• Vinson JA, Shuta DM. In vivo effectiveness of a starch absorption blocker in a double-blind placebocontrolled study with normal human subjects. Unpublished data, University of Scranton, September 6, 2001.
• Vinson, JA, Shuta DM. In vivo effectiveness of a starch absorption blocker in a double-blind, placebocontrolled study with normal college-age subjects. Unpublished data. University of Scranton, November 20, 2001.
• Vinson, JA. Dose-response pilot study of phase 2 efficacy as an inhibitor of glucose absorption with a full meal. Unpublished data supplied by manufacturer. May 13, 2002.
• Udani J, Hardy M, Madsen DC. Use of Phase 2 Starch Neutralizer™-brand bean extract for weight loss: a randomized controlled trial: final study report. June 2003.
• Vinson JA, Kharrat HA, Shuta D. Investigation of an amylase inhibitor on human glucose absorption after starch consumption. Unpublished data supplied by author. July 10, 2003.
• Vinson JA, Shuta DM. In vivo effectiveness of a starch absorption blocker in a double- blind, placebocontrolled study with normal subjects. Unpublished data. University of Scranton. November, 20, 2001.
• Layer P, Carlson GL, DiMagno EP. Partially purified white bean amylase inhibitor reduces starch digestion in vitro and inactivates intraduodenal amylase in humans. gastroenterology. 1985;88:1895-1902.
• Layer P, Zinsmeister AR, DiMagno EP. Effects of decreasing intraluminal amylase activity on starch digestion and postprandial gastrointestinal function in humans. Gastroenterology. 1986;91:41-48.
• Layer P, Rizza RA, Zinsmeister AR, Carlson GL, DiMagno EP. Effect of a purified amylase inhibitor on carbohydrate tolerance in normal subjects and patients with diabetes mellitus. Mayo Clin Proc. 1986;61:442-447.
• Boivin M, Zinsmeister AR, Go VLW, DiMagno EP. Effect of a purified amylase inhibitor on carbohydrate metabolism after a mixed meal in healthy humans. Mayo Clin Proc. 1987;62:249-255.
• Carlson GL, Li BU, Bass P, Olsen WA. A bean alpha-amylase inhibitor formulation (starch blocker) is ineffective in man. Science. 1983;219:393-395.